quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Louco de Amor






Louco de Amor


Pensam que sou louco
E em mim não acreditam
Posso ser um pouco
Mas, então, respondam-me
Pode um louco ser feliz?
E, assim, virá à tona
Sou feliz, queiram ou não
(Pode um louco ser feliz? Totalmente?)
Ah, muitos parecem...
Mas, o que sabem eles sobre si?
Presente, passado, porvir?
Não. Duvido que sejam!
Pois disso nada sabem
Eu sei! Quero minha Nina!
Presente e futuro
(Com meu passado a constituir-me)
Contudo, tenho muita certeza:
Quero ela! Quero ela!
Pois só com ela seria feliz


À minha amada, Nina
13/10/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário